A Ignorância tem suas Vantagens

Única coisa sobre ignorância que eu achei… e não tô com saco pra traduzir!

Você já pensou como seria viver em um mundo onde todos soubessem de tudo. Como… como se as almas não tivessem passado pelo Rio Lethe para poderem então entrarem em um corpo humano e começarem a se lembrarem das coisas que o rio as fez esquecer?
(Sim, eu costumo usar as coisas que eu me lembro de filosofia aqui)

Então… eu já, e te digo outra: seria terrível.

Se todos soubessem de tudo, uma das coisas que não existiriam no mundo seria a ignorância, a outra seriam as religiões (interprete como quiser, mas isso não foi um afrontamento agnóstico da minha parte). E não me entenda errado, por mais que eu odeie ignorância, seja ela tecnológica, filosófica ou de assuntos em gerais, como as matérias curriculares das escolas. Acredite em mim, eu gostaria de saber de tudo simplesmente para poder pular o ensino fundamental juntamente com o médio (aquela história de filmes onde a criança é super inteligente e pula séries é verdadeira? Ou é simplesmente no Brasil que isso não ocorre).

O que estou falando (na verdade já perdi meu ponto de vista) é que a ignorância é algo que deveria existir, mesmo que venha carregada de coisas ruins, como escolas. A proficiência (eu procurei no dicionário… não ajudou) é uma das coisas mais chatas do mundo.

Imagine um lugar onde você saiba de tudo, seja uma espécie de Sherlock Holmes quando se trata de dedução e é mais inteligente que os filósofos chatos que devemos estudar em filosofia. Sim, esse mundo é terrível, pois sem a ignorância há praticamente nenhuma interação social pois, pelo menos no meu caso, muitos amigos falam comigo certas vezes apenas porque não sabem de alguma coisa e acham que talvez eu saiba. Imagine um mundo onde não há a necessidade de perguntar coisas à outras pessoas, onde você sabe tudo o que precisa e sabe tudo sobre o próximo. Esse mundo é simplesmente um mundo onde a maioria das pessoas vive de forma isolada.

Sim, eu disse a maioria, pois nem todos começam relações apenas por causa disso. Mas devo lembrar: muitos começam as relações de amizade e namorizade nas escolas. Sem ignorância… sem escolas.

Uma das coisas que eu mais valorizo no mundo é a troca de conhecimento de um não-ignorante em determinado assunto para com um que seja ignorante no mesmo assunto. Se existisse um mundo onde não houvesse ignorância e eu morasse nele, usaria todo o meu intelecto para criar uma substância química que me deixasse, simplesmente, burro. Assim poderia aprender tudo o que antes sabia novamente.

Eu estava querendo escrever sobre a ignorância já faz algum tempo, então, por que você não compartilha isso nas suas redes sociais através dos botões ao lado e deixa um alegre comentário? 🙂


Lucas Zanella

No blog posto geralmente textos de opinião assim como também histórias curtas. Aqui você encontrará fantasia, terror e ficção científica. Talvez até mesmo algum drama ocasional.

Comente a postagem! :)