As Guerras que Revolucionam o Mundo

Eu achei essa imagem no Google, e então mudei ela um pouco,
mas tenho a leve impressão de é de algum jogo.
Segundo um colega meu, Call of Duty!

Você pode pensar que não, que guerras não levam o mundo para um lugar melhor, mas que só trazem sofrimento para as famílias que possuem filhos ou maridos lutando nelas. Bom, isso até é verdade, embora depois da guerra sempre venha a paz.

No entanto, as guerras das quais me refiro não são aquelas onde os soldados entram em campo com armas para derrotar o inimigo pensando no seu próprio bem, no bem da sua família e no bem do seu país. Nessas guerras a que me refiro, os soldados entram na batalha com linhas de código e pedaços de hardware, pensando no bem do mundo ao todo.

Eu sei que provavelmente estou falando muito sobre tecnologia e coisas do tipo, mas o que posso fazer? Todo o meu ensino médio está agregado à informática e eu, ainda por cima, uso Linux.

(essa seria uma boa hora para uma vinheta, caso isso fosse um vídeo).

Claro que até então o bem que as guerras nos trouxeram foi no máximo um pouco menos de judeus por perto, mas…
Não, eu tô brincando, eu não gosto de Hitler* e não gosto da ideia de matar pessoas pelas que ele usava, leve essa frase em consideração quando for me processar.

As guerras as quais me refiro são as infinitas (forevers) guerras entre companhias. Alguns vários exemplos que posso pensar são, claramente, Apple & Google, Google & Microsoft, Microsoft & Apple, Samsung & Apple, Fabricante de Carros 1 & Fabricante de Carros 2.
Eu não sei muita coisa sobre carros, então deixamos por isso.

Agora vem a pergunta do século: “por que essas guerras revolucionam o mundo, Lugas?“.
A resposta é muito simples, pequeno gafanhoto. Todas essas empresas estão querendo ganhar das outras, então todas elas estão a toda hora querendo inovar mais e mais, para que as pessoas comprem dela e não da outra. É assim, que uma guerra revoluciona o mundo.

Você pode dizer que não, que o mundo não será revolucionado dessa maneira, mas apenas dá uma olhadinha nos vídeos abaixo. São uns vídeos de novos aparelhos que prometem estar no mercado, sendo que um estará sendo vendido logo em 2014!

Tablets dobráveis, e com hologramas. Samsung.

Um óculos que funciona quase que como um celular. Google.

Um carro que se dirige sozinho. Google.
Um carro que estaciona sozinho (qual o nome disso?). Ford.

Aliás, é também dessa maneira que provavelmente vamos atingir a imortalidade. Lembra-se do Google Reencarnation e o Microsoft Rewinder? Então, essa foi a Microsoft tentando superar a Google e apenas mudando umas coisinhas a mais e dizendo que foi ela que criou…

O único problema de quando uma empresa consegue fazer algo simplesmente lindo e totalmente prático é que entra em jogo uma pequena coisa complicada: as patentes.
Eu sei, eu sei, para que nenhuma empresa roube da outra e blá-blá-blá. Claro que isso não impediu a Samsung de “roubar” o Google Glass da Google, mas enfim…

Suponhamos que haja um smartphone que se recarrega automaticamente utilizando o calor emitido pelas mãos (tem algo assim sobre uma lanterna, aliás), o que acontece é que a empresa resolve registrar essa patente e então não teremos essa tecnologia pois a empresa é egoísta…
É, cada dia que se passa é um dia a mais para o Linux começar a mandar na porra toda pelo fato de ser liiiiivre.

Se você gostou, compartilhe essa postagem nas suas redes sociais utilizando os botões ao lado ou abaixo. Aliás, abaixo também há um lugarzinho para se comentar, então comente algo, talvez um outro vídeo que você achou na internet… Só não faça flood, ou eu chamo o Chuck Norris!

* Heil Hitler!


Lucas Zanella

No blog posto geralmente textos de opinião assim como também histórias curtas. Aqui você encontrará fantasia, terror e ficção científica. Talvez até mesmo algum drama ocasional.

Comente a postagem! :)