Que aconteceu com a dublagem brasileira?

Sabem, antes de conseguir ver um filme completo em inglês ou conhecer “legendas”, eu via filmes dublados. Creio que esse seja o começo de todos – embora nunca deva ser o final. Até meus 14 anos (devo admitir, demorou) vi tudo quanto é tipo de filme dublado em português. Até hoje, há apenas um tipo de filme que não me decepciona após assistir ao original: animação.

Tudo bem, eu também não aguento ouvir Harry Potter no idioma original, mas talvez seja porque assisti aos filmes quando era pequeno e minha memória se deu ao trabalho de afixar as vozes no meu subconsciente. Agora, voltamos a falar de Animação. A indústria de dublagem de desenhos animados sempre foi absurdamente boa no Brasil, e isso não podemos negar. Nessa indústria, é como se aquela que escolheu cuidadosamente as vozes corretas merecesse ganhar um Oscar (dois, até).

filmes-pixar

Algum tempo atrás assisti a Big Hero 6 (Operação Big Hero [por alguma razão nós brasileiros não entenderíamos o “6”]), e no exato momento aguardo para assistir o mesmo filme, dublado em português. Creio que deva dizer: eu já vi alguns minutos e a única coisa que me decepcionou foi o corte de alguns takes. Mas a dublagem é fenomenal, até mesmo a do próprio Baymax, que era basicamente a única que eu tinha certeza que ia dar merda.

Mas, se a dublagem é tão boa, onde está o erro? Digo-lhe isto: na abrasileirização cinematográfica das animações. Como posso falar isso de uma maneira que entenda… É quando o estúdio resolve dublar o filme da mesma maneira que nosso Cinema costuma fazer. Posso dar alguns exemplos, mas creio que não será preciso. Todo mundo sabe o quanto nós gostamos de mudar o título de um filme gringo, há vezes em que isso até mesmo me surpreende. E quando nós mudamos o título de tal maneira que não se parece em nada com o original, a dublagem sempre é uma merda.

The Simpsons – Os Simpsons. Dublagem excelente, diria que até melhor que a original.

Big Hero 6 – Operação Big Hero. Dublagem boa, mesmo que tenham resolvido chamar famosos para dublar, provavelmente achando que isso atrairia mais público… Mas pelo menos o estúdio era bom e os usou sabiamente.ratatouille-fanart2

Finding Nemo – Procurando Nemo. Preciso falar algo?

Harry Potter (title) – Harry Potter (título). A tradução foi precisa e sem regalias, a dublagem foi igualmente boa.

Cars – Carros. A dublagem é inesquecível.

Brave – Valente. A dublagem também foi boa, que surpresa.

A Bug’s Life (Vida de Inseto). Ratatouille. Wall-e. Up – Altas Aventuras. Toy Story. E, claro, Monstros S.A.

Todos esses filmes/seriados tiveram traduções nada exageradas, então…

Family Guy – Uma Família da Pesada.

Qual é, vamos concordar que antes isso do que Um Cara de Família Muito Louco. O problema é que a dublagem disso cinemô. Quero dizer, não é nem um pouco boa. É como se tivessem posto um monte de nomes num chapéu e tirado o dublador dali.

Assisti alguns episódios dublados e posso dizer que eles não são nem um pouco bons como a dublagem original, tanto porque as vozes não são marcantes como as originais (o Peter original tem uma voz muito característica, assim como a Lois, o Brian e o Stewie e o Chris e a Meg e o Herbert. E não me falem que é porque é do dublador original, pois o Baymax também tem uma voz característica).

pixar-estúdio

Muita Pixar aqui, né? Mas eu sou meio que um fã!

Abaixo vocês verão dois clipes, o primeiro é da dublagem original e o segundo em português. Além da diferença nas vozes, tem outra coisa marcante que nos tira do clima, e isso é algo que não é ignorado nos filmes: É A PORRA DO FOLEY!

Percebam a coisa mais ridícula e mais significante de todas: no original, ouvimos a palmada do Peter, enquanto no dublado isso é ignorado. Animação não possui expressões faciais humanas, então eles contam com outras formas de fazer piada: timing e sons. O timing já pode ser meio ignorado porque a dublagem em português toma mais espaço e o quebra, mas quando também ignoramos o som…

Bom, posso dizer que estou muito surpreso que Uma Família da Pesada ainda esteja passando no Brasil sem ser legendado.

Esse é um apelo para os estúdios de dublagem do Brasil: não sejam ou tentem ser o cinema nacional. Afinal, há uma bela razão para ele não ser um dos maiores do mundo.

Se de todos os filmes já produzidos no bê-erre, apenas Cidade de Deus ganhou reconhecimento internacional, creio que nos mostre o porquê de que não devemos ser iguais a eles.

Melhor eu parar a postagem por aqui, pois vocês já pararam de ler mesmo. Concluindo: podem ver animações em português. Eu aprovo!

Mas não veja filmes ou seriados que gosta em português, você vai apenas se decepcionar quando por ventura vê-los em inglês e comparar os dois logo após.

 


Lucas Zanella

No blog posto geralmente textos de opinião assim como também histórias curtas. Aqui você encontrará fantasia, terror e ficção científica. Talvez até mesmo algum drama ocasional.

Comente a postagem! :)