Leclaire

Vivemos no mundo real, onde há novas histórias sendo escritas todo dia. Mas e se chegássemos a um ponto em que cada linha escrita fosse repetição? Todas as histórias já foram contadas. E, com o tempo, esquecemo-nos o que são livros, filmes, até mesmo músicas e pinturas… Todos os campos da arte ficaram obsoletos. Você faria alguma coisa? Você ao menos perceberia? Miguel Leclaire percebeu.

Gênero: Ficção, drama.

Nº de Páginas: 20.

Leclaire (abrir numa nova aba e fazer download)

 

Essa é a minha primeira história que não envolve nada a não ser a vida de um cara, nada de bruxos, discos voadores ou satanistas. Tudo bem, boa parte dela poderia ser descrita como uma alucinação, mas eu também não sou nenhum John Green pra saber escrever sobre estas coisas comunzinhas, né?

Se gostou, sabe o que fazer.

Na verdade, se ao menos leu, sabe o que fazer.

Mas, convenhamos, você não leu e nem mesmo lerá, apenas clicou no link porque queria ver o que era.

Da próxima vez, não faça isso, pois me iludo pelas estatísticas.


Lucas Zanella

No blog posto geralmente textos de opinião assim como também histórias curtas. Aqui você encontrará fantasia, terror e ficção científica. Talvez até mesmo algum drama ocasional.

Comente a postagem! :)